Tribunal absolveu vendedor ambulante acusado de homicídio

Tribunal absolveu vendedor ambulante acusado de homicídio

2016-05-06

Não ficou provado que disparo foi para matar

O Tribunal de Guimarães absolveu, nesta quinta-feira, 5 de maio, um vendedor ambulante que era acusado pelo Ministério Público do homicídio de um construtor civil em Outiz, Famalicão, em 2003. Para o coletivo, o arguido terá agido em legítima defesa, já que estaria a ser vítima de uma tentativa de agressão sexual, sob a ameaça de uma arma de fogo. O arguido, de 45 anos, estava acusado dos crimes de homicídio qualificado e de detenção ilegal de arma e a família da vítima pedia uma indemnização de 275 mil euros. Os factos remontam a 5 de março de 2003. 

120/188
http://editave.youon.tv/files_resources/36e94f92b9215238b372ce308545d0b0.jpg http://editave.youon.tv/files_resources/9d551bf8b16afe6e38397d5f5f2bcdc6.jpg

Hoje na Opinião Pública