Câmara de Famalicão aprova Contas de 2015

Câmara de Famalicão aprova Contas de 2015

2016-04-01

O executivo da Câmara de Famalicão provou, esta quinta-feira, o Relatório e Contas de 2015. O documento só mereceu, contudo, o voto favorável a maioria PSD/CDS-PP. Os vereadores do PS votaram contra.

Segundo a autarquia, em 2015, o município manteve o grau de autonomia financeira acima dos 70% o que significa “uma forte independência da autarquia face a capitais alheios” e “capacidade para fazer face aos seus compromissos financeiros através dos capitais próprios”.

O presidente da Câmara Paulo Cunha fala mesmo em “saúde de ferro” das finanças municipais e, ao nível do investimento, destaca obras em várias frentes.

O edil diz ainda que em 2015 foram dados passos na salvaguarda do futuro de Famalicão. E dá como exemplo os acordos de indemnização que foi possível estabelecer entre a Câmara e os proprietários de terrenos do Parque da Devesa e da urbanização do Talvai.

Por causa disso, a dívida a terceiros passou de 33 para 36 milhões de euros, mas Paulo Cunha garante que isso não irá destabilizar as finanças do município:

Refira-se ainda que o grau de execução orçamental em 2015 foi de 91,1 por cento na parte da receita e de 84,2 por cento na parte da despesa.

147/188
http://editave.youon.tv/files_resources/36e94f92b9215238b372ce308545d0b0.jpg http://editave.youon.tv/files_resources/9d551bf8b16afe6e38397d5f5f2bcdc6.jpg

Hoje na Opinião Pública